Qual a diferença entre Frete e Carreto

Fique por dentro do segmento de Logística e Transportes

Qual a diferença entre Frete e Carreto

Out

08

Qual a diferença entre Frete e Carreto

A diferença entre frete e carreto é um assunto que ainda gera muitas dúvidas em quem pretende contratar um transporte, seja para cargas ou mudanças.  

A verdade, porém, é que embora o contraste seja sutil, existem alguns fatores que ajudam a identificar o que cada um tem de diferente. 

Para esclarecer de uma vez por todas o tema, portanto, preparamos aqui um conteúdo completo sobre o mesmo. 

Nele apresentamos os pontos fundamentais de cada um desses meios, os cuidados necessários e até dicas para fazer um bom negócio na contratação. Confira! 

Transportes e entregas

Não são raros os casos em que uma pessoa pode precisar de um serviço de transporte e entrega. Infelizmente, porém, a maioria não sabe exatamente como lidar com a contratação desse tipo de serviço. 

Como resultado disso, algo que devia ser simples, muitas vezes acaba gerando uma série de problemas.

A razão para esse cenário, eventualmente passa pelo desconhecimento das opções que existem no mercado para contratar de acordo com a necessidade. Isso inclui considerar as opções de frete ou carreto como alternativas baratas para pequenos transportes. 

Cada uma dessas modalidades, no entanto, possui características próprias e diferenciadas, conforme sugerido inicialmente. O que ambos têm em comum, é basicamente o fato de que a concorrência é grande no mercado, o que beneficia o cliente, desde que esteja bem-informado. 

Esclarecida essa parte, vamos aos fatos sobre tais modalidades, começando pelo frete. 

O que é frete?

Falando do sentido literal da palavra, a verdade é que o termo \\\"frete\\\" está mais associado ao valor pago pelo serviço de um transportador de uma determinada carga. Todavia, na prática ele também é utilizado como definição para mudanças pequenas. 

É importante notar aqui, no entanto, que o serviço contratado nesta modalidade é o transporte de um ponto para outro com intervenção do contratado. 

Isso significa que, o responsável pela contratação do serviço é quem organiza previamente a carga. Apesar disso, o carregamento dos itens no caminhão fica por conta do contratado, que por sua vez, conta com um ou dois ajudantes para o trabalho. 

Outro ponto interessante sobre essa modalidade, é que ela está relacionada a transportes dentro de um mesmo município, mas também pode incluir cidades vizinhas. 

Quando essa distância é grande, no entanto, o mais indicado é a contratação de uma transportadora ou empresa de mudanças credenciadas.

O que é Carreto? 

Entendida a primeira parte, chegamos ao ponto em que falamos do carreto. O primeiro ponto a se destacar nesse caso, é que se trata normalmente de um serviço de transporte promovido por autônomos. 

Além disso, assim como no caso anterior, ele se dedica ao transporte de pequenas mudanças ou cargas de porte mínimo para curtas distâncias. De modo geral, no entanto, um profissional que atua nesse segmento não trabalha com ajudantes. 

Isso significa que, além de organizar o que deve ser transportado, o contratante deve cuidar do carregamento dos itens até o veículo. Opcionalmente, o responsável pelo serviço pode oferecer ajuda para essa tarefa, porém, normalmente há um custo adicional. 

Nesse caso, o valor extra pela \\\"ajuda\\\" pode ficar com o contratado ou ele pode simplesmente repassar o valor para um ajudante freelance. Em relação ao transporte em si, ele se limita a entregas dentro de um mesmo município. 

As diferenças entre os dois tipos de transporte

Agora que já temos as definições de cada termo, chegamos ao lugar onde os pontos contrastantes ficam claros. Nesse caso, portanto, podemos dizer que a maior diferença entre frete e carreto está na maneira como o serviço é oferecido. 

Isso significa que o carreto se limita apenas ao transporte dos itens previamente organizados e carregados no veículo. Do outro lado está o frete, que é a modalidade onde o contratado se encarrega também da missão de carregar a carga no veículo. 

Além disso, outra diferença é que muitas vezes o frete pode ser contratado para transporte de cargas a regiões próximas, o que não é comum no carreto. 

Fora isso, o que restam são basicamente as similaridades. Os dois serviços são praticados, na maioria das vezes, com caminhonetes, pick ups e caminhões de pequenos portes. 

Não obstante, em ambos os casos o trabalho é feito por autônomos, sendo que parte dos profissionais da categoria possui registro no RNTRC (Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Carga). 

Cuidados na contratação de Frete ou Carreto

Esclarecidas todas as dúvidas em relação a esses meios de transporte de cargas, temos aqui algumas recomendações básicas para contratação do serviço. O objetivo é ajudar o contratante a tomar a melhor decisão no momento da escolha do carreto ou frete. 

A primeira sugestão é pesquisar a reputação do transportador que se pretende contratar. Nesse momento é hora de avaliar se ele possui o registro no RNTC, pois isso aumenta as garantias e a segurança do transporte. 

O próximo cuidado importante é considerar um acompanhamento pessoal no transporte da carga. Isso é útil porque dentro dessas modalidades normalmente não há seguro para a o transporte da encomenda. 

Outro ponto a avaliar é a possibilidade de fazer o pagamento somente após a entrega da carga. Essa precaução ajuda a evitar problemas com extravios e eventuais prejuízos. 

Por último, mas não menos importante, é preciso considerar se o veículo disponível vai comportar a totalidade da carga e se o motorista está apto para sua condução. 

Dicas extras para fazer um bom negócio

Depois das precauções essenciais para a contratação de um bom serviço de transporte, temos também algumas dicas extras que são a \\\"cereja do bolo\\\", por assim dizer. Elas são voltadas a quem pretende reduzir quase a zero qualquer chance de problema. 

A primeira delas é documentar a contratação. Isso significa exigir um contrato assinado. Nesse caso ele pode ser registrado em cartório, o que acrescenta uma camada de segurança. 

Depois disso, outra possibilidade é considerar a contratação de um seguro de transporte. Hoje em dia existem muitas empresas que atuam nesse segmento. 

Esse cuidado pode ser útil especialmente nos casos em que o transporte é feito para outra cidade, pois protege a carga contra acidentes. 


DEIXE SEU COMENTÁRIO: